« Back to Teaching

Aqui você encontrará a ementa, lista de exercícios, notas de aula, roteiro de prova e outras informações para a cadeira de Economia Brasileira, a ser ministrada para o sétimo semestre do curso de Economia da UFPel.


Conteúdo

  • Ementa

  • A inserção externa e o desenvolvimento

  • Aula 1 - Leitura do cap. 12 de Gremaud et al. EBC. - Nesta aula veremos alguns fatos estilizados da economia brasileira ao longo do século XX. Para isso, iremos observar o histórico de crescimento, volatilidade do crescimento, inflação, balança comercial, participação relativa dos setores na economia, indicadores sociais, entre outros. Também iremos resumir os diversos modelos de desenvolvimento adotados no Brasil.

  • Aula 2 - Leitura do cap. 13 de Gremaud et al. EBC. - Nesta aula veremos as principais características do modelo de economia agroexportadora, que representa uma economia voltada para a exportação de poucos produtos primários, e foi o modelo de desenvolvimento do período de 1500 a 1930 (segundo a nossa classificação) . Também veremos as principais políticas econômicas adotadas para sustentar este modelo.

  • Aula 3 - Leitura do cap. 14 de Gremaud et al. EBC, até a seção 14.5, e do cap. 3 de Abreu, M. de P. A ordem do progresso. - Nesta aula veremos as características e políticas econômicas adotadas durante o modelo PSI (processo de substituição de importações), que representa uma economia voltada para o setor interno industrial, com alto grau de protecionismo. Esse modelo foi adotado durante os períodos de 1930 a 1960, apesar de suas características perdurarem na economia durante mais tempo. Também veremos nessa aula a revolução de 30, que pôs fim a república velha, e a subsequente Era Vargas (1930-1945).

  • Aula 4 - Leitura do cap. 1 de Giambiagi et al. EBC. - Nesta aula veremos o contexto histórico do período pós-guerra (1945-1955), passando pelas políticas econômicas adotadas pelos governos Dutra, segundo governo Vargas, e o interregno Café FIlho. A principal preocupação desse período era o equilíbrio da balança comercial, sendo a política cambial o foco das políticas econômicas adotadas.

  • Aula 5 - Leitura do cap. 2 de Giambiagi et al. EBC, e seção 6 do cap. 14 de Gremaud et al. EBC. - Nesta aula veremos o período do governo de Juscelino Kubitschek (1956-1960) e dos governos de Jânio Quadros e Jango Goulart (1961-1963). Esse é o auge da industrialização induzida pelo Estado, resumida no Plano de Metas de JK. As heranças do período JK já são sentidas pelos próximos governos, que enfrentam graves problemas de estabilização. Com a renúncia de Jânio Quadros e a ameaça comunista personificada na figura de Jango, o ambiente político é deteriorado, culminando no golpe militar e na instauração de um regime de exceção no Brasil.

  • Aula 6 - Leitura do cap. 3 de Giambiagi et al. EBC e cap. 15 de Gremaud et al. EBC. - Nesta aula veremos o principal plano econômico da primeira parte do regime militar, o PAEG. Este plano teve um caráter estabilizador na economia, e foi complementado pelas reformas estruturais realizadas durante a década de 60, principalmente as reformas tributária e financeira.

  • Aula 7 - Leitura do cap. 4 de Giambiagi et al. EBC e cap. 16 de Gremaud et al. EBC. - Nesta aula veremos a segunda parte do regime militar. Nesse período observamos o auge e declínio do processo de substituição de importações, onde o principal plano econômico é o II PND. Em 1973 há o primeiro choque do petróleo, que faz com que o governo decida entre as opções de ajustamento ou financiamento. Em 1979 há o segundo choque do petróleo e a mudança da política econômica do governo americano (aumento de juros), culminando na crise da dívida externa.

  • Aula 8 - Leitura dos caps. 5 e 6 de Giambiagi et al. EBC e do cap. 17 de Gremaud et al. EBC.

  • Aula 9 - Leitura do cap. 7 de Giambiagi et al. EBC e do cap. 18 de Gremaud et al. EBC.

  • Aula 10 - Leitura do cap. 8 de Giambiagi et al. EBC. (2º ed.).